Tag: Política (page 2 of 2)

O governo inventou a internet, mas o mercado a tornou gloriosa

Libertários geralmente citam a Internet como um exemplo a favor do argumento de que a liberdade é a mãe da inovação. Os oponentes rapidamente respondem dizendo que a internet foi um programa do governo, demonstrando mais uma vez que os mercados precisam ser guiados pela mão firme do estado. Em certo sentido, os críticos estão certos, embora não da maneira como entendem.

Leia mais

A secessão começa em casa

[Este artigo foi adaptado de uma palestra apresentada no Houston Mises Circle, 24 de janeiro de 2015]

Presumivelmente, todos nesta sala, ou todo mundo virtualmente, estão aqui hoje devido a termos algum interesse a respeito de secessão. Você pode ser interessado nela como um conceito abstrato ou como uma possibilidade viável de escapar do governo federal, já que agora os americanos em um número sem precedentes sentem medo e desconfiam dele. Leia mais

Política fiscal: keynesianos versus austríacos

O seguinte artigo foi apresentado na 12ª conferência Gottfried von Haberler 2016, “Bancos Centrais, Política Fiscal e o Cidadão Traído”, em 20 de Maio, 2016, Vaduz, Liechtenstein.

“No entanto, a teoria da produção como um todo, que é o propósito do livro seguinte, é adaptada mais facilmente às condições de um estado totalitário do que a teoria da produção e distribuição em condições de livre concorrência e com uma grande medida de produção estilo laissez-faire.”

-John Maynard Keynes, Introdução à edição alemã de A Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda, 7 de setembro de 1936

“Para uma observação precipitada, o estado autoritário e a social democracia aparecem como opostos irreconciliáveis, entre os quais não existe intermediário.”

-Ludwig von Mises, Nação, Estado e Economia, 1919, p.143

Introdução

“Fear the Boom and Bust” é um video do YouTube de 2010, produzido por John Papola e Russ Roberts. A história gira em torno da polêmica entre a teoria de “Keynes contra Hayek” – artisticamente preparada como uma canção de rap/hip-hop. Leia mais

Fascismo: uma aflição bipartidária

Se neoconservadores e progressistas realmente entendessem o fascismo, eles parariam de usar o termo como uma difamação. Isso ocorre porque ambos os grupos, juntamente com as maiores figuras políticas e comentaristas, abraçam ideias e políticas fascistas.

A característica distinta do fascismo é uma “economia mista”. Diferentemente dos socialistas e comunistas que pretendem abolir os negócios privados, os fascistas se contentam em deixar as empresas em mãos privadas. Como alternativa, os fascistas usam regulações, mandatos e taxas para controlar os negócios e gerir (e arruinar) a economia. O sistema fascista é, então, aquele no qual as empresas privadas servem aos políticos e burocratas em vez dos consumidores. A economia americana moderna não se enquadra na definição de fascismo? Leia mais

Newer posts

© 2018 Bunker Libertário

Theme by Anders NorenUp ↑