Tag: Secessão

O Princípio da Secessão

O General de Gaulle foi insultado, zombado e vaiado por toda a imprensa americana por se levantar no Quebec e gritar: “Vive le Quebec Libre” (Vida Longa ao Quebec livre!), pois a mente americana parece totalmente incapaz de entender o princípio da secessão ou o desejo de uma minoria étnica oprimida de se separar e se libertar da tirania da maioria. Nos EUA, todos riram e chamaram de Gaulle de velho idiota senil e debilitado; mas no Canadá, e acima de tudo no Quebec, ninguém riu. Eles estavam com raiva ou amargor, ou estavam animados; mas eles não riram. Pois eles sabiam que o Canadá é composto por duas nações e que os britânicos dominaram os franceses no Canadá desde que a Grã-Bretanha invadiu e conquistou a Nova França (como o Canadá era chamado) em meados do século dezoito. Leia mais

O Movimento Independentista paulista existe. Você já ouviu falar?

 

[NR.] Esta republicação é da entrevista de janeiro de 2014 que uma de nossas CEOs Luciana Toledo deu à revista pós-moderna VICE sobre o movimento de secessão paulista como representante do Movimento República de São Paulo (MRSP), É importante ressaltar que todos nós do site somos Anarcocapitalistas e é bom entender que esta entrevista, numa grande mídia de viés esquerdista, foi uma porta aberta para o MRSP naquela época. Também vale ressaltar para a maioria dos libertários novos que o que temos atualmente só foi possível por causa dos antigos que buscaram falar aos poucos das ideias libertárias em um “Brasil” completamente estatista e que nós próprios mudamos muitas de nossas visões expressas aqui.

Ela quer separar São Paulo do Brasil

Movimentos de dissidência eclodem Mundo afora, a insatisfação é geral. Não seria diferente, aqui, no Brasil. Em um bate-papo com Luciana Toledo do MRSP (Movimento Republica de São Paulo), a independentista que quer tornar São Paulo um País, fica a pergunta, como? A carta Magna brasileira é clara, os estados que formam o país são indissolúveis. Inspirada pela Revolução Constitucionalista de 32, Luciana fala da insatisfação com o que considera injustiças sistemáticas sofridas e impostas pelo governo Central ao estado de São Paulo. Segundo ela esse descontentamento existe desde quando o Brasil foi inventado. Suas ideias de dissidência geram desconfortos, desconfianças e perseguições, eventualmente é alvo de ataques pessoais, nesse caso compreensível. Essa paulista de 38 anos, com ideias nada convencionais, bem articulada, nascida e criada na Paulicéia, conclama o povo de São Paulo para uma cisão total com Brasília. O sonho de uma República para os paulistas. Uma visão fantasiosa ou realidade plausível. Quem teme o MRSP e sua ideologia de secessão? Leia mais

Lincolnitos Left-libs: Sandefur e a Supremacia federal

Alguns leitores da LRC podem recordar um debate nas páginas da revista Liberty e diversos blogs a respeito do ponto de vista pró-União do advogado libertário Timothy Sandefur sobre a guerra entre os estados. Tudo começou com o artigo de Sandefur “Liberdade e a União, agora e para sempre” de julho 2002, o que suscitou várias críticas libertárias (incluindo minhas). Sandefur respondeu em seu artigo de dezembro de 2002 na LibertyPor que a Secessão era errada”. Alguns libertários devolveram a bola – incluindo eu e Joseph Sobran – e Sandefur postou ainda outra resposta a essas e outras críticas em seu website.

Leia mais

Sobre ficções legais e libertários a favor de Lincoln: Uma resposta a Sandefur.

Em uma publicação recente no blog, eu critiquei o artigo “Liberdade e a União, agora e pra sempre” de Timothy Sandefur publicado em Julho de 2002 na revista Liberty. Nele, Sandefur argumentou que libertários não poderiam ficar do lado dos Confederados na guerra entre os estados. Em dezembro de 2002, a Liberty trouxe o artigo de Sandefur “Por que a secessão era errada?”, que é a resposta dele a vários libertários que discordaram dele.

O ponto de vista de Sandefur é o de que Lincoln tinha o direito de prosseguir com a Guerra Civil a fim de evitar que os estados do Sul se separassem porque eles não tinham direito constitucional de secessão.

A falácia de Non sequitur

Todo o argumento de Sandefur é um Non sequitur, já que a conclusão  – que os Estados Unidos estavam certos atacando os Confederados – não decorre na afirmação de que os estados não tinham o direito constitucional de secessão. Mesmo se os estados fossem barrados constitucionalmente de se separar (um grande se), não implica que a causa de Lincoln era libertária. Leia mais

A secessão começa em casa

[Este artigo foi adaptado de uma palestra apresentada no Houston Mises Circle, 24 de janeiro de 2015]

Presumivelmente, todos nesta sala, ou todo mundo virtualmente, estão aqui hoje devido a termos algum interesse a respeito de secessão. Você pode ser interessado nela como um conceito abstrato ou como uma possibilidade viável de escapar do governo federal, já que agora os americanos em um número sem precedentes sentem medo e desconfiam dele. Leia mais

© 2018 Bunker Libertário

Theme by Anders NorenUp ↑